Thursday, January 17, 2008

Ultimo Asalto - Solos Contra Todos


Atendendo pedidos!
Conhecida banda de Barcelona, Espanha. Fazem um Oi! rápido, pesado e agressivo, tendo influenciado várias bandas, que passaram a seguir essa mesma linha sonora. Não sei em que ano esse disco foi lançado originalmente, mas foi reeditado em 2005.

Tracklist:
01-Solos contra todos
02-Justicia
03-Encerrado
04-Barcelona
05-Forever
06-Alza tu bandera
07-Uno para todos
08-El vostre odi
09-Clase obrera
10-Sin ti

Donwload

Password: drunksongs.blogspot.com

31 comments:

scooter_girl69 said...

Muito bom!

anti-monchi-nazi said...

Cómo poneis esto??, uno de los grupos mas ambiguos y que más daño hace en el movimiento..., me dejais loco.

Aún asi teneis una grandisima pagina, muchas gracias, pero cuidado con ciertos grupos...

Oi!Oi! Skinhead said...

Onde está escrito que devemos postar somente bandinhas vermelhas e antifas?

AntiLeft&Right said...

Eu não me conformo em terem postado essa banda!
O cão na capa tem uma aparência muito ariana! Abaixo os cães albinos e "Viva La Revolución" de los dobermans, pinchers, chiuauas e vira latas, hahaha!

Ambíguos tenho que concordar que o Ultimo Asalto é, mas o som é bom, e isso é o que mais importa.

Ex-epígono said...

Ai Oi!Oi! Skinhead, respeito o post, acho que é aquele negócio: quem quiser baixar baixa; quem não quiser (como é o meu caso neste post) não baixa. Mas na minha opinião quem não é anti-facista é facista. Só é possivel não ser facista sendo anti-facista.

Ex-epígono said...

Escrevi a mensagem acima porque acho que 99 porcento do que foi postado neste blog são de bandas antifacistas.....

Oi!Oi! Skinhead said...

Esse papo de quem não é antifa é facista é uma das maiores bobagens que já ouvi.
Quer dizer agora que ser democrata é ser facista? Um verdadeiro democrata respeita todas as opiniões política, incluindo as extremas (tanto de esquerda como de direita) e pega os melhores pontos de cada uma. Ou seja, um democrata não é antifa, mas tb não é facista.
Só usando como exemplo.

Oi!Oi! Skinhead said...

Eu estou cansado dessa polícia ideológica do politcamente correto que frenqüenta o meio punk/skin/mod/qualquer merda, que tenta impôr seu modo de pensar, praticamente ligando tudo à esquerda, e condenando quem foge disso.
Logicamente, como todos, condeno manifestações racistas, só para deixar claro.

Ex-epígono said...

"(...)Quer dizer agora que ser democrata é ser facista?(...)"
Pra mim é óbvio que ser democrata é ser antifacista... democracia (verdadeira) e facismo são coisas antagônicas. E The Clash, RedSkins, Crass, e muitas outras bandas de esquerda não são "bandinhas" não, meu velho.

No mais, continuo agradecendo os ótimos posts do blog..

Sudamerica Antifa said...

Drunksongs es excelente, sin embargo me da lastima que pongas este tipo de grupos en el blog, que dicen ser skinheads cuando lo unico que hacen es dividir e ir contra las raices del movimiento skinhead.
No se que es lo bueno que se pueda rescatar de este tipo de bandas.
Tampoco estas obligado a pertenecer a la izquierda, existen grupos como the oppressed que no son politicos pero condenan el racismo.
O eres racista o no lo eres, no existe punto medio !!
O eres hombre o eres mujer, por dar un ejemplo.

AntiLeft&Right said...

Sobre The Clash, RedSkins, Crass,...

- The Clash fazia MÚSICA com pitadas de política.

- RedSkins, Crass e outras... cospem política e cagam com a música.

The Clash não se coloca no mesmo saco que puro sectarismo de idiotiologias.

ex-epígono said...

"The Clash fazia MÚSICA com pitadas de política." só dando risada mesmo....Sandisnista é nome de sandalha então???? Spanish bombs fala sobre chocolate?
"Clampdown" fala de como é interessante ser apolítico???

Antileft&right said...

Simplesmente Clash não era sectário, ou seja, não era cabeça oca de querer "só fazer a cabeça" dos outros. Muito menos a banda taxava os outros, como os irritadinhos blablabla antifa (julgam os outros e depois são contra a discriminação... piada isso, hein). Há uma grande diferença no enfoque de Sandinista, Spanhish Bombs e bandas revoltadinhas que acham que quem pensa diferente é fascista ou alienado.
Agora se prefere que merdas de ideologia se sobressaiam sobre a música, afundem a boca nessa valeta.
Encheu o saco essa de que tudo ou é vermelho ou fascista. A maioria aqui caga e anda para rótulos de antifa, rash, rac, 88 e bostas. Papo idiota que só deturpa a cena! Uma merda!!! Quem tem duas orelhas ouve o que quer, ... já quem quer fazer a cabeça dos outros que suba num palanque e discursa. Que papo chato do caralho!

Oi!Oi! Skinhead said...

Limitar todo mundo a facista e antifa é uma visão maniqueista e extremamente limitada. Se vc não está ligado à esquerda, imediatamente está ligado à direita. Esse tipo de pensamento está longe de corresponder à verdade.
E o democrata verdadeiro nunca será antifa. Se ele for antifa estará negando o próprio princípio da democracia, pois deixará de escutar opiniões de uma parte. E a democracia é aberta para todos.

E tirando Clash, que é uma das minhas bandas preferidas, eu acho Red Skins e Crass bandinhas. Mas isso é opinião minha.

ex-epígono said...

nem precisa ir longe. No Wikipédia: "O fascismo é uma doutrina e uma prática política estatista e coletivista, opondo-se aos diversos liberalismos, socialismos e democracias." mas esse nem tô afim de discutir isso mais aqui.

saúde e saudações antifascistas para todos.

Oi!Oi! Skinhead said...

Se vc estudar a história da democracia, vai ver q o escrito da wikipédia está errado.

ex-epígono said...

A tolerância na democracia também tem limite. o limite é o que a afronta. Isso é muito simples....Falo em antifascismo não só com ao nível do discurso, mas principalmente na atitude, nas ações reais. Como conclusão, não vejo como antifascista exclusivamente aquele que levanta essa bandeira. Por este prisma acho que é bem lógico dizer que a democracia é contraposição ao fascismo. Mas respeito sua opinião, e admito que tenho muito a aprender em relação a esses temas. (talvez todos nós temos)

Sudamerica Antifa said...

Osea que ser democrata es escuchar a los racistas y a los no racistas, a que bien !!
Osea que no sabes a donde vas !!
Solo falta que subas un disco de skrewdriver y digas que hay que ser democratas y escuchar esa basura !!
Hiegh Siel OiOi
jajajajjaaja
Fuck Racism !!
Hey ex-epigono buen comentario, te felicito !!

Anonymous said...

quem não toma posição antifascista e se esconde sobre o rótulode "apolitíco" (só as amebas são apoliticas de verdade, o ser humano é um ser politíco já que ele é dotada da capacidade de pensar), "democratas" (se bem que até os democratas são antifascistas, quer exemplo na história? guerra civil espanhola, e 2 guerra mundial) e de "ah eu ouço o som é bom então foda-se se eles são nazi" é no minímo cumplíce dos fascistas. ah sim, só lembrando que quem fica em cima do muro toma pedrada dos dois lados. sem mais.

Anonymous said...

ah é e redskin é bandinha né, skrewdriver antes de se nazi que fazia um som bom pra caralho né. eu particulamente não gosto de redskins mas a qualidade sonora deles é inegável. e o clash que citaram foram um dos principais idealizadores do "rock against racism" até onde eu sei, ou seja eles não eram "apoliticos" muito menos escondiam sua ideologiauma vez que ela tá nas letras. mas foda-se as letras não é mesmo? o que pega é o som! e viva a juventude!

Gui1977 said...

bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla

Oi!Oi! Skinhead said...

Eu não gosto do Red Skin sonoramente. Baixei, escutei e até postei por ser uma banda extremamente importante. Mas o som não me atraiu.
Clash sim é foda. O som, as novidades que eles trouxeram. Mas nunca se assumiram publicamente como uma banda comunista, apesar de todas as atitutes que a banda tomou. Alguma vez você ouviu o Joe Strummer ou o Mick Jones falando q eram comunistas, socialistas, anarquistas? Eu nunca vi, e se vc viu, por favor me mostre q realmente gostaria de ver.
E realmente, o Skrewdriver antes de ser nazi fazia um puta som legal. Com influências de New York Dolls, Rolling Stones, e de bandas de Glam Rock, como o Slade (alias, puta banda boa tb).

Oi!Oi! Skinhead said...

E outra. Não me escondo atras de rótulo apolítico, tenho minha visão política, q é muito mais apurada do q a suas, pois eu consigo ver os 2 lados e não fico bitolado em uma ideologia utópica.

Oi!Oi! Skinhead said...

E Epígono, não defendendo o fascismo ou ideologias totalitárias, mas esses governos trouxeram sim inovações muito importantes, que hoje são utilizadas até por militantes de esquerda.
O Direito do Trabalho, por exemplo, teve um forte avanço com as inovações trazidas por Mussolini na Itália. Tanto que até hoje parte do modelo por ele implantado é ainda utilizado. Do mesmo modo, a CLT criada no governo de Getúlio Vargas (não precisamos dizer nada sobre ele né) ainda encontra-se em vigor e é defendida por diversos grupos com ideologia esquerdista.
No campo da economia, a participação forte do Estado na economia, que não é uma ideia propriamente fascista e sim de Keynes, mas que se adaptou perfeitamente aos governos totalitários, que aliás foram os primeiros a utilizar essa ideia, foi muito utilizada pelo chamado Estado Social, que possuia forte influência socialista.
Isso sem falar no campo político.
Se vc ver, grande foi a influência de ideias que surgiram ou foram utilizadas durante o período do Estado Fascista na atualidade, principalmente no campo de Teoria Política e Teoria do Estado.
Não estou de forma alguma defendendo o fascismo acima de qualquer coisa. Só estou mostando que todos os "lados" tem ideias ruins e boas. O Socialismo e as ideias de esquerda também possuem vários pontos bons, que influenciam o pensamento atual. Mas possuem seus pontos fracos. Ou vc não acha q o Comunismo, na ideia original de Marx, quando se fala de ditadura do povo, também não prega o governo forte, a diminuição das liberdades e um Estado Forte, assim como no fascismo?
Temos que ter mais abertura no nosso pensamento. Só assim poderemos evoluir com a humanidade. Defender um lado sem olhar o que o outro prega, ou sabendo apenas o superficial sobre seu "oponente", é uma atitude limitada e para pessoas com pouca inteligência.
Somente conhecendo seu oponente profundamente é que se poderá vencê-lo. Pense nisso.

Ex-epígono said...

Não defendo nem ditadura do proletariado nem a do patronato, aliás nenhuma ditadura... Quanto a CLT e as influências fascistas na organização do trabalho promovida por Vargas, foram claramente políticas visavam a acomodação pacífica e submissa dos trabalhadores e a dispersão do sindicalismo revolucionário socialista e anarquista.É a política pelegista a que o pelegismo petista dá prosseguimento...

AntiLeft&Right said...

Repostando o que escrevi no início: "Agora se prefere que merdas de ideologia se sobressaiam sobre a música, afundem a boca nessa valeta".

Não é que esqueceram de tudo, menos afundar a boca na valeta da política!

Falando de música em blog de música, e sem "bandinhas" como exemplo:
- Bandas de verdade e sem firulas como Cock Sparrer, Cockney Rejects, 4-Skins, The Bussiness...
- Os clássicos Anti-NowhereLeague, The Jam, Stooges...
- Música negra do lendário Ska e early reggae, grandes mestres negros do Jazz que tanto ouço, etc...
NENHUM fala "BE ANTIFA"! "Nem Hey, Ho, Antifa Lets Go" Assim para um infeliz aí acima, essas bandas e músicos que citei são fascistas na opinião do pobre infeliz revoltadinho.

É para você mesmo, que falou que só amebas são apolíticas, guarde a sua opinião para si!
Se é assim, chame os seus familiares, seus pais, seus colegas de trabalho e de boteco, seus avós, tios e vizinhos de todas as idades e dê uma bandeirinha vermelha...
Ao que não abanar a bandeirinha (e não gritar "O povo unido jamais será vencido"), chame de fascista ou de ameba, pois você, somente você e uma tropinha bitolada é que tem razão em julgar a posição dos outros.
Se querem discutir essa bosta de política, vão naquela merda de fórum do CMI, lá todos acham que estão certos. Local ideal para os revoltadinhos cheios de rótulos!

Tudo tem limite, extremismo e levantar bandeirinha em excesso é tudo uma merda, seja direita, esquerda ou o escambau.

AntiLeft&Right said...

Ah.. e já que tocaram no assunto de Vargas, etc...
Não foi a esquerda que engrossou as fileiras de Vargas na campanha "O petróleo é nosso"!
Não foi o Luis Carlos Prestes (nossa, grande herói brasileiro ele, um exemplo para a naçao) ... que teve a esposa morta no período Vargas, deportada para a Alemanha, e depois aliou-se a ele?
Não foram os integralistas que deram suporte de militancia ao Vargas, esperaram receber vários ministérios, e Vargas os ignorou?
E se for falar de anarquismo... que lindo pessoas falando de coletividade... e o que mais pensam na realidade é a liberdade individual de fazer o que quer, do jeito que quer e a hora que quer, sem avaliar que cada um é cada um?

O homem não é um ser político, é um ser movido por princípios e condutas! E é por essas que a política é uma MERDA e está tomando o nosso tempo nessa discussão!

oi oi oi said...

sobre a antinomia entre democracia e fascismo na Iitália e sua influência no direito trabalhista brasileiro:
"O fascismo foi um dos regimes totalitários do século XX, de inspiração hegeliana, surgido na Itália, no final da primeira Guerra Mundial, e que perdurou até o final da Segunda Guerra Mundial, em 1945. Ao então chefe de governo, Benito Mussolini, foram atribuídos todos os poderes de um ditador, fazendo com que a Itália vivesse um período de ausência total de liberdades individuais e políticas. Ao longo dos mais de 20 anos em que perdurou o regime, foram suprimidas todas as formas de autogoverno das administrações locais, o sindicato fascista assumiu o monopólio da representação operária, as greves foram proibidas, a imprensa censurada e os partidos de oposição, suprimidos. Um tribunal especial foi criado para julgar os opositores do regime e a pena de morte voltou a viger."
Fonte:
http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=10062

Esse texto trata, entre outras coisas, da antinomia entre democracia e fascismo na Iitália na priemeira metade do século XX e sua influência no direito trabalhista brasileiro.
Se alguém quiser discutir isso, podemos fazer por e-mail ou noutro lugar da net.

Sem mais

Anonymous said...

Fodam-se o fascismo e as viúvas do Plínio Salgado!!!!

Anonymous said...

http://boards4.melodysoft.com/app?ID=Horda&msg=141&DOC=181
Bueno, que la banda de Oi! de Barcelona Ultimo Asalto apestaba a apoliticismo ambigüo apestaba estaba claro día a día, aunque ellos no paraban de negar su relación con grupos de extrema derecha, buscando información sobre cierto colectivo neonazi rival de nuestra ciudad entramos en una comunidad y sorpresa, entre celticas y swasticas, aparece el logotipo de esta banda catalana, cada vez esta más claro de que palo van estos cerdos ,por lo que cada vez es más necesario el boikot a esta banda y a la gente que los distribuye, podeis ver el baner colgado en esta comunidad nazi en la siguiente dirección:
http://groups.msn.com/dkc8it37a9gqohso1fl1idlu41/skinheadscopiadeotraspaginas.msnw

no nazis, no apoliticos
Skinhead only RASH!!!!!

regi said...

Doesn't matter the color of the skin or the political wing, we're only talking about music! ;)